quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Frágil Memória da Pedra

Durante a 9ª Primavera de Museus, a exposição fotográfica “Frágil Memória da Pedra – a arte rupestre como herança indígena nos caminhos da Estrada Real”, de Cristiano Lima, estará aberta na Casa de Cultura UFMG, que integra o Campus Cultural UFMG em Tiradentes. O registro fotográfico de grafismos rupestres – desenhos, pinturas e gravuras – tem o intuito de conscientizar a população sobre a importância do patrimônio gráfico-arqueológico existente ao longo da Estrada Real tanto como patrimônio nacional e quanto memória indígena, tendo em vista que os grafismos rupestres são registros de uma organização mental, racional, cultural e estética, deixados propositalmente nas pedras pelos paleoíndios (ancestrais dos indígenas atuais). A exposição estará aberta para visitação até 11 de outubro.


Foto: Jardel Santos